Plugin IndexNow WordPress: o plugin indexador do Microsoft Bing

Plugin IndexNow WordPress: o plugin indexador do Microsoft Bing

O Bing Webmasters lançou um novo plugin IndexNow para sites WordPress. O plugin possibilita que os sites notifiquem os mecanismos de pesquisa participantes sempre que o conteúdo for criado, atualizado ou excluído, para que o site seja indexado mais rapidamente para resultados de pesquisa atualizados.

A equipe do Microsoft Bing Webmaster Tools prevê que isso minimizará a necessidade de rastreamento: O IndexNow é uma iniciativa para uma Internet mais eficiente: ao informar aos mecanismos de pesquisa se um URL foi alterado, os proprietários de sites fornecem um sinal claro, ajudando os mecanismos de pesquisa a priorizar o rastreamento desses URLs, limitando assim a necessidade de rastreamento exploratório para testar se o conteúdo foi mudado.

No futuro, os mecanismos de pesquisa pretendem limitar o rastreamento de sites que adotam o IndexNow. O IndexNow também é uma iniciativa para uma Internet mais aberta: notificando um mecanismo de pesquisa, você notificará todos os mecanismos de pesquisa que adotaram o IndexNow.

Como funciona o plugin IndexNow para WordPress

O plugin IndexNow WordPress rastreia alterações no conteúdo e envia automaticamente os URLs em segundo plano. Ele vem com alguns recursos básicos e opções de configuração: Alterne o recurso de envio automático. Envie manualmente um URL para IndexNow.

Veja a lista de envios recentes de URL do plugin. Tente novamente quaisquer envios com falha da lista de envios recentes. Baixe os envios de URL recentes para análise. Status em envios recentes bem-sucedidos e com falha O protocolo IndexNow é suportado pelo Microsoft Bing e pelo Yandex.

Google vai testar o protocolo IndexNow

O Google está testando o protocolo para ver se faz sentido uma abordagem mais sustentável para indexar a web.

O plugin IndexNow já possui mais de 3 mil instalações ativas, mas é um longo caminho para a Microsoft provar que sua API é eficaz para otimizar a indexação para mecanismos de pesquisa.

Se o Google concordar em apoiá-lo após o teste, o protocolo pode ganhar impulso suficiente para atrair o suporte de outros mecanismos de pesquisa.

Alexandre Ferreira

CEO da CadastrandoWeb, especialista em SEO há mais de 14 anos.

Deixe um comentário